Mídia

HSMAI Brasil na mídia

Fundador da Wired: “gentileza faz bem ao seu negócio”

Fundador da Wired: “gentileza faz bem ao seu negócio”

Um dos nomes mais relevantes da publicidade e entretenimento impresso dos Estados Unidos vendeu sua ideia na 3ª Conferência Anual HSMai Brasil, evento que acontece em São Paulo esta quinta-feira (10) para um público de aproximadamente 300 profissionais de Turismo, incluindo gerentes gerais e gestores de Vendas, Marketing, Distribuição e Revenue Management. Fundador da revista Wired e professor da School of Life, o empresário inglês David Baker mostrou durante palestra como uma cultura de gentileza por influenciar positivamente nos negócios.

Antes de mostrar como dominar “a arte da gentileza”, Baker fez uma breve jornada pela História da Filosofia, de Sócrates a liberais do século 18 para convidar os espectadores a se disporem a fazer pequenos esforços para grandes mudanças, e por conseguinte questionar a agressividade.

“Estamos vivendo a vida que queremos ou a que alguém quer que vivamos? Pense sobre como isso pode resultar na conclusão de que fazemos a mesma coisa. Einstein lembra da insanidade que é fazer sempre a mesma coisa e esperar um resultado diferente. Fazer pequenos experimentos ajuda a sair da zona de conforto. Ser gentil pode fazer muito bem a seus negócios.”

Como exemplo, Baker mencionou a entrevista que fez ano passado com uma premiada empresária inglesa. Perguntada sobre como era ser mulher no ambiente masculino que ela se destacava, a executiva disse a Baker que adotou uma linha de cooperação mesmo com concorrentes de seu mercado a partir de um experimento, no qual percebeu que ao indicar clientes que não poderia vender o serviço com a qualidade a um rival, o mercado cresceu como um todo.

“Talvez esse capitalismo duro seja ruim para os negócios também. E há pesquisas que relacionam qualidade do trabalho com gentileza mesmo dentro da equipe. Em uma delas, 49% disseram que se deparar com gentileza aumentava a produtividade, enquanto 77% disseram que um sorriso de um estranho elevava a motivação.”

Segundo o empresário, há caminhos para se atingir a cultura da gentileza, como exercitar habilidades como escuta, capacidade de se colocar no lugar do outro e curiosidade. “Existem ferramentas para chegar à simpatia. Ela pode ser aprendida. E quando isso acontece, mudamos a nós mesmo e o mundo, pois assim engajamos, e tornamos o mundo um lugar melhor.”

Fonte: Panrotas