Mídia

HSMAI Brasil na mídia

HSMAI promove evento e debate o revenue management na hotelaria

HSMAI promove evento e debate o revenue management na hotelaria

Durante a conferência ROC (Revenue Optimization Conference), promovida nesta quinta-feira, 24, pela Hospitality Sales and Marketing Association International (HSMAI Brasil), profissionais do setor debateram o tema “Revenue Strategy Invade a Hotelaria”. No último painel estiveram presentes Luiz Albuquerque, revenue manager da Vert Hotéis, Marina Júlio, gerente de receitas da Atlantica Hotels International, Juliane Corredato, gerente de revenue management e distribuição do Royal Palm Hotels & Resorts, Ricardo Souza, revenue and reservations manager do Palácio Tangará, e Kathleen Cullen, senior VP revenue and distribution da Two Roads Hospitality, que falou por vídeo conferência.

Em sua explanação, Luiz Albuquerque frisou a importância da criação de um fluxograma de distribuição. Além disso, o executivo salientou a importância de os hotéis criarem estruturas tarifárias simples. “Eu já vi hotéis com uma estrutura gigantesca: tarifa com café, com bebida, sem. Mas, na verdade, eles acabam usando poucas delas”, afirmou.

Marina Júlio, gerente de receitas da Atlantica Hotels International, falou sobre a importância de compartilhar os dados levantados pela área de revenue management com outros setores. “Às vezes sabemos que o restaurante está perdendo receita, mas não fazemos nada, esperamos que os outros venham atrás da gente”, afirmou.

Ricardo Souza, revenue e reservations manager do Palácio Tangará (SP), falou sobre posicionamento de marca e como ele pode ajudar a aumentar o preço das tarifas cobradas. Para o executivo, a tendência é se agregar a nichos, mas, neste caso, é preciso repensar a distribuição, como será focado o perfil de compra e também no best price.

Para o executivo o RM deve estar alinhado com o plano de comunicação do empreendimento. “Hoje passo mais tempo com a gerente de comunicação do que com a vendas, pois estamos em um momento de posicionamento de marca”, afirmou.

Segundo Souza, a distribuição deve conversar com o perfil de seu público. “Não é preciso estar em todos os canais só porque o concorrente está. Melhor do que estar em todo lugar é estar no lugar certo“, acredita. “Nós temos muitas categorias de preços e quartos, mas não temos todas distribuídas em todos os canais. Quando você coloca muitas tarifas, o cliente fica confuso e acaba optando pela mais barata, ele não vai entender os benefícios das outras categorias”, disse.

Kathleen Cullen, senior VP revenue and distribution da Two Roads Hospitality, é primordial saber o que está acontecendo no mercado, para definir seu preço corretamente.  “Além disso, é preciso verificar o que os concorrentes estão fazendo, quanto eles estão cobrando”, explicou.

Fonte: Revista HotelNews

Jarrett Stidham Jersey